Formação continuada de professores

29/04/2019

Conheça mais sobre o tema, que é uma das cinco ações do CIEDS pela Educação

No Brasil, 71% dos professores estão insatisfeitos com sua formação inicial, segundo dados da pesquisa "Profissão Professor", realizada pela campanha Todos pela Educação. De acordo com professoras e professores entrevistados, faltam conhecimentos como gestão de sala de aula (22%), fundamentos e métodos de alfabetização (29%), dentre outros.

Para contribuir com o enfrentamento do desafio de oferecer aos educadores uma formação qualificada, que supra demandas reais da prática docente, e também apoiar os objetivos da meta 16 do Plano Nacional de Educação, que prevê que até 2024 todos os professores devem ter acesso à formação continuada, o CIEDS desenvolveu, em parceria com o Itaú Social, a prática da educação continuada por meio do Programa Tutoria entre 2015 e 2017.

Ao longo desse período, a ação viabilizou a formação continuada em serviço para professores, gestores e formadores de redes públicas de educação municipal e estadual, fomentando a constituição e o fortalecimento de redes de formação colaborativa entre pares, tanto no âmbito da escola como no das regionais de ensino de cada território em que o programa estabeleceu parceria.

Só no ano de 2018, o Programa de Tutoria potencializou a aprendizagem de mais de 40 mil estudantes de redes públicas de ensino por meio da formação continuada dos professores, gestores e formadores.

Quer saber mais sobre o tema? Confira a publicação: Formação continuada em serviço: aprendizagens, reflexões e contribuições para a prática
 

Confira também as outras ações do CIEDS:

Gestão democrática e participação da família na escola.  

Educação integral e territórios educativos. 

 

Foto: Marcelo Magnani 

Autor: Ana Muniz, Márcia Giupatto e Victoria Guimarães