Projetos em 2017

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Maleta Futura

    A Maleta Futura é uma iniciativa do Canal Futura que produz e reúne em uma maleta customizada, conteúdos e reflexões sobre um determinado tema. Para a produção da Maleta Futura Juventudes, o canal contou com o apoio do CIEDS para a realização de oficinas em cinco cidades: Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Várzea Grande (MT), São Luís (MA) e Belém (PA).

    Por meio de oficinas ligadas aos temas educação; tecnologia e inovação; territorialidade; discriminação e preconceito; trabalho, renda e empreendedorismo; gênero e sexualidade, a Maleta Futura Juventudes irá reunir experiências reaplicáveis e inovadoras produzidas pelos jovens dessas cidades.

     

    • Período: Novembro de 2016    Fevereiro de 2017
    • Abrangência geográfica: Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Várzea Grande (MT) e São Luís (MA) e Belém (PA)
    • Financiadores: Canal Futura

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    I Juizado da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher

    A cogestão realizada pelo CIEDS no I Juizado da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher garante àquelas vítimas de violência doméstica, sejam crianças, adolescentes, jovens ou adultas, um lugar de atendimento e proteção. Por meio de uma ação de inclusão junto à rede socioassistencial, o projeto garante o acesso às Políticas Públicas relacionadas.

    Para isso, são implantadas estratégias e ações voltadas para prevenção e para o rompimento do ciclo de violência intrafamiliar, constituindo uma estratégia na luta pela redução da impunidade na cidade. Trata-se, ainda, de um dispositivo de efetivação da Lei Maria da Penha e é focalizado na garantia de direitos de usuários da Politica Nacional de Assistência Social.

    • Período: Maio de 2013    Agosto de 2017
    • Abrangência geográfica: Município do Rio de Janeiro

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Centros de Acolhimento de Adultos e Idosos

    Para promover o atendimento contínuo a adultos, idosos e famílias em situação de abandono, rompimento de vínculos familiares e/ou vivendo na rua, o CIEDS vem atuando nas Unidades de Reinserção Social de Plínio Marcos, Floriano Lemos e Stella Maris.

    A cogestão apoia a promoção de ações com as famílias e a inserção dos beneficiários ao mercado de trabalho, aos serviços culturais e em atividades socioeducativas. O resultado do trabalho se consolida com a construção do Plano Individual de Atendimento de cada usuário dos serviços e, a partir dele, as possibilidades de fortalecimentos dos vínculos familiares e comunitários. O projeto é focado no atendimento, defesa e garantia de direitos de usuários da Política Nacional de Assistência Social.

    • Período: Agosto de 2012    Agosto de 2017
    • Abrangência geográfica: Município do Rio de Janeiro

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Unidade de Acolhimento e Reinserção Social: Stella Maris

    A Unidade de Acolhimento e Reinserção Social Stella Maris oferece serviço de abrigo provisório de pernoite para famílias em situação de vulnerabilidade social. As famílias são recebidas por uma infraestrutura com todas as condições de higiene, acessibilidade, salubridade, segurança e conforto necessários.

    Nesta cogestão, o CIEDS gere e capacita as equipes de atendimento e o suporte administrativo. Além disso, auxilia no desenvolvimento de Planos Individuais de Atendimento, objetivando a reinserção familiar e comunitária de quem é acolhido.

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Rede Socioassistencial de Nilópolis

    Para promover o atendimento contínuo de crianças, adolescentes, adultos, idosos e famílias em situação de abandono, rompimento de vínculos familiares e/ou vivendo na rua, o CIEDS, num modelo de cogestão, apoia a promoção de ações e a inserção dos beneficiários aos serviços e atividades socioeducativas e produtivas no município. Numa construção conjunta, o trabalho se consolida a partir de fortalecimentos de vínculos familiares e comunitários dos usuários.

    A cogestão das ações e atividades da Rede Socioassistencial de Nilópolis abrange: Seis Centros de Referência da Assistência Social - CRAS, Um Centro de Referência Especializada da Assistência Social - CREAS, Duas unidades de acolhimento para crianças e adolescentes e Dois espaços de convivência para idosos.

    • Período: Setembro de 2011    Dezembro de 2017
    • Abrangência geográfica: Município de Nilópolis

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Semente

    O Semente é um projeto que oferece capacitação empreendedora e tem como objetivo identificar, promover e disseminar iniciativas de inovação e empreendedorismo social. O projeto também colabora para a geração de trabalho e renda, incentivando a cultura empreendedora.

    Para a realização da segunda turma, o CIEDS conta com financiamento da Fundação Arymax, parceria com o negócio social Empreende Aí e apoio da Fundação Julita.

    • Período: Setembro de 2017    Dezembro de 2017
    • Abrangência geográfica: Município de São Paulo
    • Financiadores: Fundação Arymax

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Programa Jovem Monitor Cultural

    A proposta do Programa Jovem Monitor Cultural é que o/as jovens vivenciem, na prática, os diversos aspectos da gestão cultural. Além disso, a formação conta com uma perspectiva teórica sobre questões que envolvem a diversidade das juventudes e das manifestações culturais, assim como a participação e importância dos/as jovens nos processos de transformação social e política da nossa sociedade. 

    Hoje, 220 atuam em um dos 96 equipamentos públicos de cultura participantes do programa, espalhados pela cidade de São Paulo, como centros culturais, casas de cultura, teatros, bibliotecas e museus. O programa é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura (SMC) da Prefeitura de São Paulo e conta com a parceria do CIEDS.

    • Período: Agosto de 2017    Agosto de 2018
    • Abrangência geográfica: São Paulo (SP)
    • Financiadores: Prefeitura de São Paulo

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Vizinho do Bem

    O CIEDS realiza o mapeamento social do Programa de Relacionamento Comunitário Solare Vizinho do Bem, que busca a melhoria da qualidade de vida das comunidades em situação de vulnerabilidade social do entorno do empreendimento Reserva Solare, situado no bairro de Vila Lage, na cidade de São Gonçalo (RJ).

    O mapeamento coleta informações sobre a dinâmica do território, as principais lideranças,  os equipamentos e as políticas públicas do local. Com isso, facilita o engajamento dos públicos e o estabelecimento de um diálogo para a implementação de ações de reforma dos equipamentos públicos, o apoio às organizações sociais locais e a criação de agenda de atendimento às comunidades.

    • Período: Fevereiro de 2017    Abril de 2017
    • Abrangência geográfica: Município de São Gonçalo, Rio de Janeiro

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Hospital Municipal Nise da Silveira

    O CIEDS realiza a cogestão do Hospital Municipal Nise da Silveira, onde promove ações socioassistenciais na perspectiva da autonomia e da garantia de direitos dos internos, pessoas com transtornos mentais. A cogestão foca na reinserção social e comunitária, uma vez que grande parte do público atendido está em situação de internação de longa permanência, com rompimento completo de vínculos familiares.

    Sempre que possível, os internos são transferidos para unidade de Residências Terapêuticas, casas que proporcionam um ambiente privilegiado para o resgate da cidadania e reconstrução da autonomia e da identidade.  

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Nos Trilhos da Educação

    Nos Trilhos da Educação abre um universo cheio de possibilidades para estudantes de colégios de Coelho Neto e da Pavuna, Rio de Janeiro.

    Financiado pelo Metrô Rio e Instituto Invepar, em parceria com o CIEDS e a Secretaria do Estado de Educação - RJ, o projeto promove experiências educativas e atividades culturais que ultrapassam a sala de aula e os muros escolares, sob a perspectiva de ampliar o conhecimento. Nos Trilhos da Educação também constrói um rede de parcerias, trazendo a família, a comunidade e a cidade para atuarem nesse processo de ressignificação de aprendizagem dos jovens.

    • Período: Julho de 2016    Fevereiro de 2017
    • Abrangência geográfica: Coelho Neto e Pavuna

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Hospital Municipal Juliano Moreira

    O CIEDS realiza a cogestão do Hospital Municipal Juliano Moreira, garantindo a implementação de ações socioassistenciais para públicos com transtornos mentais, em situação de internação de longa permanência e com rompimento completo de vínculos familiares.

    A cogestão apoia ações de acolhimento em residências terapêuticas, reinserção social e comunitária e geração de renda, na perspectiva da autonomia e garantia de direitos aos usuários. O projeto é focado no atendimento, defesa e garantia de direitos de usuários da Politica Nacional de Assistência Social. 

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Redes de Saúde Mental

    O CIEDS realiza a cogestão operacional e administrativa das quatro Redes de Atendimento Psicossocial (RAPS) do município do Rio de Janeiro.

    Juntas, elas formam a Rede de Saúde Mental, reunindo 18 diferentes frentes de atuação para atendimento gratuito a pessoas com transtornos mentais, dentre elas Centros de Atenção Psicossociais (CAPS), instituições psiquiátricas e os Serviços Residenciais Terapêuticos (SRT). A cogestão é focalizada no atendimento, defesa e garantia de direitos dos beneficiários da Politica Nacional de Assistência Social. As ações são criadas na perspectiva da autonomia e garantia de direitos dos usuários.

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Rede de Articulação e Aprendizado

    O CIEDS é responsável por desenvolver uma rede que reune as organizações e projetos apoiados pela Chevron no estado do Rio de Janeiro e Espírito Santo e que juntos compõem o portfólio de Responsabilidade Social da Chevron no Brasil.

    Através da Rede de Articulação e Aprendizado, o CIEDS promove uma maior integração e sinergia entre os projetos apoiados, potencializando resultados, otimizando recursos e gerando valor compartilhado para as partes interessadas.

    • Período: Fevereiro de 2016    Janeiro de 2017
    • Abrangência geográfica: Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Make The Future

    O projeto Make The Future é uma iniciativa da Shell Global e possui uma série de atividades ao redor do mundo. A cada ano, um empreendimento social escolhido é beneficiado com a assessoria de gestão e monitoramento.

    Este ano, o empreendimento escolhido foi a Insolar, oriundo do programa Shell Iniciativa Jovem, e o CIEDS escolhido para realizar a assessoria. A Insolar defende a democratização do acesso à energia solar no Brasil. Até o início de 2017, ela prevê a instalação de placas fotovoltaicas em áreas de convívio da comunidade Santa Marta, no Rio de Janeiro. 

    • Período: Janeiro de 2016    Janeiro de 2017
    • Abrangência geográfica: Município do Rio de Janeiro
    • Financiadores: Shell

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Serviços Residenciais Terapêuticos (SRT)

    Atualmente, a Saúde Mental tem colocado desafios como a ampliação e o fortalecimento de seus serviços, a revisão da rede extra-hospitalar e a definição de novas estratégias de acolhimento às pessoas que sofrem com transtornos psíquicos.

    Nesse cenário, o Serviços Residenciais Terapêuticos traz um novo formato de cuidado através do processo de desinstitucionalização de pacientes que há muito viviam em instituição psiquiátricas. O projeto propõe uma inclusão social e cidadã, bem como a autonomia e emancipação dos pacientes e de seus familiares, participando ativamente do processo de Reforma Psiquiátrica por meio de ações estratégicas comprometidas com as diretrizes do SUS e do bem público.

    • Período: Julho de 2015    Julho de 2017
    • Abrangência geográfica: Município do Rio de Janeiro

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Jovens Urbanos

    O projeto Jovens Urbanos promove a ampliação de oportunidades e o acesso a programas e políticas públicas para a juventude por meio da circulação nos territórios, bairros e cidade. Assim, um ambiente mais favorável ao desenvolvimento pessoal dos participantes e ao aumento de perspectiva de futuro é proporcionado.

    Os jovens entre 16 e 21 anos são motivados a quebrar barreiras e estereótipos e, também, a construir redes com diferentes esferas: o governo, a iniciativa privada, as organizações e instituições locais. O projeto conta ainda com a Coordenação Técnica do CENPEC - Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária, idealizador do programa em conjunto com a Fundação Itaú Social.

    • Período: Janeiro de 2015    Dezembro de 2017
    • Abrangência geográfica: Deodoro, Vila Kennedy, Realengo
    • Financiadores: Fundação Itaú Social

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Redes de Territórios Educativos

    Como experiência piloto, o projeto Redes de Educação Integral iniciou suas ações em 2015 nos municípios de São Luís (MA) e Várzea Grande (MT), com o principal propósito de fomentar ações em rede entre organizações sociais, fortalecendo sua atuação no atendimento à criança e ao adolescente.

    Também aproxima essas organizações das escolas, equipamentos de assistência social, saúde, cultura e esporte. É criada assim uma ação articulada de Educação Integral que não se limita apenas a ampliar o tempo de crianças na escola, mas que diversifica suas vivências e ambientes de aprendizagens com foco no seu desenvolvimento integral - físico, psicológico e social.

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    Centro Municipal de Referência da Pessoa com Deficiência - CMRPD

    Com gerenciamento do CIEDS, os dois Centros de Referência da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência nos bairros de Irajá e Santa Cruz são desenvolvidos em conjunto Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPD) e a Secretaria Municipal de Educação (SME). Os espaços físicos são amplos e acolhedores, seguem a lei de acessibilidade universal (conforme ABNT NBR 9050).

    O CIEDS é responsável pela gestão dos equipamentos, contratação e capacitação de profissionais e atendimento a usuários. As equipes multiprofissionais são compostas por psicólogos, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, educadores físicos e pedagogos.

    • Período: Abril de 2012    Outubro de 2017
    • Abrangência geográfica: Bairros de Santa Cruz e Irajá (Zonas Norte e Oeste do Rio de Janeiro)

    Como este projeto contribui para os ODS:

    • O Projeto
    • Dados do Projeto
    • Links Relacionados

    1ª CDS - Coordenadoria de Desenvolvimento Social

    A cogestão das ações realizadas no âmbito da 1ª CDS foca no atendimento, defesa e garantia de direitos de diferentes públicos usuários da Política Nacional de Assistência Social. O trabalho consiste em um conjunto de atividades implementadas para o apoio a ações de abordagem à população vivendo na rua e à operacionalização das atividades de: Seis Centros de Referência da Assistência Social - CRAS, Um Centro de Referência Especializada da Assistência Social - Centro Pop e Uma Unidade de Proteção Social Especial.

    • Período: Fevereiro de 2012    Agosto de 2017
    • Abrangência geográfica: Município do Rio de Janeiro
    • Financiadores: Outdoor Social

    Como este projeto contribui para os ODS: