Saber Comunitário oferece cursos para fortalecer rede

01/03/2013

Projeto do SESC com o CIEDS visa capacitar lideranças e fortalecer instituições sociais das comunidades.

Buscando dar maior visibilidade às comunidades cariocas, o Saber Comunitário (projeto do SESC apoiado pelo CIEDS) irá oferecer, a partir da 1ª quinzena de abril, 30 cursos gratuitos nas áreas de cidadania, desenvolvimento comunitário, meio ambiente e gestão de saúde. Os cursos capacitam pessoas para atuarem nas comunidades em que residem, visando ao desenvolvimento local, através do fortalecimento de redes comunitárias.

Os cursos serão ministrados em 12 unidades operacionais do SESC e nas comunidades parceiras do CIEDS. Ao todo serão abertas 11.400 vagas e para preenchê-las é preciso que o candidato tenha idade mínima de 18 anos, uma renda familiar declarada de até três salários mínimos e seja morador de alguma comunidade interessada em desenvolver projetos e ações sustentáveis no próprio local de moradia.

Para Valrei Lima, gerente do projeto pelo CIEDS, a parceria estabelecida com o SESC vai ao encontro das ações que o CIEDS promove, visando uma perspectiva de crescimento contínuo com ações voltadas para a superação das desigualdades territoriais.

“A parceria possibilita que as pessoas, por meio de ações coletivas, empreendam em seu próprio local de moradia, promovendo assim uma maior interação dentro da comunidade, formando também grupos focados em diferentes objetivos”, ressaltou Valrei.

Segundo Mariana Miranda, assistente de coordenação do projeto pelo CIEDS, o Saber Comunitário tem como proposta acompanhar, através de meios de comunicação virtuais (desenvolvidos pelo projeto), quais iniciativas e ações são construídas e fomentadas a partir das capacitações.

“É importante dar voz aos participantes, possibilitando que eles se manifestem e contem o que têm feito pela comunidade. Os meios de comunicação irão auxiliá-los também a divulgar as ações em rede e trocar vivências entre as diversas comunidades que o projeto atende”, disse Mariana.

Cada curso possui uma carga horária de 20 horas. Ao final, os alunos ganham uma declaração de participação. As inscrições serão realizadas em dias pré-agendados nas próprias comunidades, em instituições parceiras do CIEDS e nas unidades operacionais do SESC.

Autor: Ana Paula Santana