Projetos para um futuro diferente

22/12/2014

Jovens do Lideranças Comunitárias apresentam projetos de vida em Feira Meu Talento.

Na última quinta-feira, dia 18 de novembro, o Solar SulAmérica, no bairro carioca Estácio de Sá, foi tomada por sentimentos de felicidade, esperança e confiança no futuro. Vinte e cinco jovens do projeto Lideranças Comunitárias participaram da Feira Meu Talento, dividindo com o público seus sonhos para o futuro, desejos profissionais e caminhos para alcançá-los.

Entre médicos, militares, jogadores de futebol e outros profissionais de diferentes áreas, os jovens fizeram uso de elementos como computadores, fantasias, cartolina e até bonecas para apresentarem para as cerca de 100 pessoas que passaram pela feira um pouco sobre seus sonhos para o futuro. 

Sérgio Pereira, gerente do Lideranças Comunitárias, explica a importância do evento para fechar o ciclo do projeto: “O Lideranças Comunitárias visa dar instrumentos de planejamento para que jovens consigam traçar metas de vida. Ao longo do projeto eles desenvolveram planos individuais e a feira veio cumprir o seu papel motivacional, uma vez que quando é verbalizado o plano começa a se tornar mais concreto”.

O morador do Fallet, Wagner Gabriel, de 15 anos, encantou com seu projeto inusitado. “Quero ser criador de games. Já desenvolvi meu primeiro jogo, O Labirint, com dicas que peguei na internet. No projeto conheci cursos de programação e percebi que posso fazer faculdade de informática para me profissionalizar.”, afirmou o jovem que ficou em primeiro lugar na votação popular, feita pelos próprios visitantes.

Ao seu lado estava dona Dalva Ribeiro. Avó orgulhosa, dona Dalva contou que Wagner é um menino talentoso e muito estudioso. “Com 14 anos ele fez curso de web design e HTML. Em 2015 fará de programação”.

O Lideranças Comunitárias, parceria entre o CIEDS e a SulAmérica, objetiva ampliar as perspectivas de futuro de adolescentes entre 15 e 20 anos, pensando e planejando estratégias de continuidade de estudos. 

Segundo Adriana Boscov, superintendente de Sustentabilidade da SulAmérica, “Este foi um projeto piloto com os jovens. Isto trouxe uma perspectiva diferente e muitos resultados positivos. Há jovens vivendo em situações complicadas, mas que sonham em ser militares e médicos para salvar vidas. Nosso trabalho agora é garantir que o que foi planejado seja executado de fato por eles.” 

Autor: Isabel Salgado