Projeto Jovens Mediadores de Leitura entrega novos livros para as organizações parceiras

14/10/2011

Na última semana, a equipe do projeto Jovens Mediadores de Leitura percorreu a Zona Norte de São Paulo para entregar novos livros para as quatro organizações em que os jovens realizam as atividades de mediação de leitura.

Na última semana, a equipe do projeto Jovens Mediadores de Leitura – Ponto de Cultura percorreu a Zona Norte de São Paulo para entregar novos livros para as quatro organizações em que os jovens realizam as atividades de mediação de leitura para crianças e adolescentes no contra-turno escolar, em regiões de alto risco social.

Os títulos que compõem o novo acervo foram selecionados pelos próprios jovens mediadores de leitura que vieram à sede do CIEDS no centro de São Paulo, participaram de uma formação sobre os critérios fundamentais para montagem de um bom acervo infanto-juvenil e visitaram duas livrarias da região para comprar os novos livros.

Na visita, a equipe foi recebida com entusiasmo pelas crianças e adolescentes que logo rodearam as caixas para ver quais eram as novidades. Foram selecionados títulos para todas as idades e cada um escolheu o seu preferido. Agora é só reunir a garotada e começar mais uma sessão de mediação de leitura!

Conheça os Jovens Mediadores de Leitura:

Como despertar o interesse de crianças para a leitura? Esse é o desafio do projeto “Jovens Mediadores de Leitura- Ponto de Cultura”, desenvolvido na Zona Norte de São Paulo pelo Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável- CIEDS.

Funciona assim: quatro jovens da própria comunidade visitam instituições parceiras do projeto para realizar leituras de livros infanto-juvenis. O objetivo é incentivar o gosto pelo livro e o desenvolvimento da autonomia das crianças envolvidas.

As crianças não são as únicas beneficiárias do projeto, os jovens mediadores também. Ao todo são cinco jovens, que recebem formação para se tornarem mediadores de leitura e são incentivados a participarem de outras atividades na comunidade e a desenvolverem seus projetos próprios.

A iniciativa é fruto de um convênio com a Secretaria de Estado de Cultura de São Paulo. A execução é do CIEDS em parceria com a Associação Comunitária do Parque Mandy, Associação Cultural Bandeirantes, Associação Caminhando para o Futuro - CCA Beija-Flor e Associação Damas de Caridade - CCA São Domingos Sávio.

Autor: carolinapessoa