A fome não espera. Queremos chegar a 1 milhão de refeições entregues

27/09/2021

Pessoas e Negócios Saudáveis ultrapassa a marca de 400 mil refeições

Chegamos ao marco de 400 mil refeições distribuídas por meio do Pessoas e Negócios Saudáveis (PNS), uma iniciativa do CIEDS realizado em parceria com  Instituto Unibanco, Itaú Social, Instituto Neoenergia, Shell, Amil, e Instituto C&A. Até final de outubro serão mais de 500 mil refeições distribuídas em comunidades vulneráveis impactadas pela pandemia do Covid 19 nos estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo, incluindo territórios periféricos, 21 comunidades quilombolas e 13 comunidades pesqueiras.

A ação tem o objetivo de levar comida pronta para quem mais precisa, por meio do fortalecimento de pequenas cozinhas e restaurantes comunitários locais, muito impactados pela pandemia e contando com o apoio de organizações sociais de base comunitária, responsáveis por cadastrar os beneficiários e distribuir as refeições. A ação teve início em 2020 quando a pandemia diminuiu a circulação de pessoas aumentando o desemprego e diminuindo a renda de milhares de famílias.

Chegamos onde ninguém chegou

Em 2021 a ação se expandiu atendendo comunidades quilombolas e pesqueiras além de continuar beneficiando moradores de favelas, população em situação de rua e comunidades rurais. São nas comunidades mais vulneráveis que se acentuaram as dificuldades e o número de mortes durante a pandemia. Por isso, atuamos com empresas privadas financiadoras, micro e pequenos empreendedores e organizações sociais. Colocamos em prática nosso maior objetivo: construir redes de parcerias estratégicas para a promoção da prosperidade.

"Em uma reunião, os comunitários elogiaram as quentinhas e pediram que o projeto fosse até dezembro, porque é quando abrem oportunidades de emprego", contou Juliana de Oliveira, mobilizadora pelo Quilombo de Maria Joaquina, em Cabo Frio, no Rio de Janeiro.

Alinhado ao nosso trabalho de fortalecimento de organizações sociais, o PNS também fortalece micro e pequenos empreendedores de territórios periféricos, em sua grande maioria mulheres negras, que tiveram seus negócios afetados pela pandemia, oferecendo formações e mentorias para apoiar o desenvolvimento dos empreendimentos locais.

Para o fornecimento das refeições já foram repassados mais de R$ 3,6 milhões que permitiram aos empreendedores não apenas manter seus negócios, mas contratar pessoas da comunidade bem como comprar insumos em comércios locais.

"Foi uma experiência incrível participar do PNS. Obrigada a todos os envolvidos por nos apoiar a ser o meio para ajudar tantas pessoas que aqui necessitavam. Tivemos relatos de muitos moradores agradecendo pelo projeto e já perguntando quando será o próximo. Uma parceria maravilhosa”, avaliou Thaís Branco, mobilizadora da ONG Sparta Rio, do Morro da Providência, no Rio de Janeiro.

Mais de 56 organizações de base comunitária e associações foram fortalecidas. Tivemos ainda o apoio de mais de 100 voluntários mentores, que prestaram assessoria aos 99 micro e pequenos empresários do setor alimentício.

De beneficiário a empreendedor

“O CIEDS tem mudado a vida de muitas pessoas.” Uma delas foi Fábio Almeida da Silva, o autor da declaração, que entrou no Pessoas e Negócios Saudáveis como beneficiário e, todos os dias, recebia sua quentinha. O sucesso do projeto foi tão grande que, ainda nas primeiras semanas, Fábio acabou convidado para participar do projeto como empreendedor e fazer as refeições das famílias que, assim como ele, eram beneficiárias.

“Num primeiro momento, me sentia impotente. Pensava: o que vou fazer? Meu negócio estava a todo vapor. Quando veio a pandemia, foi um baque. Era muita preocupação. Não tinha capital de giro e não tinha recursos para passar meses sem faturar. Na primeira semana, quando recebi a proposta para que eu e minha família recebessemos as marmitas como beneficiários, fiquei contente. Senti que era um bom sinal, algo positivo. Não esperava que, depois de algumas semanas, receberia a proposta para assumir o desafio de produzir as quentinhas. Não sabia nem como agradecer, foi uma benção", conta o empreendedor.

Clique aqui para ler mais sobre a história de vida de Fábio.

Quer fazer parte desta rede e investir em impacto social?

Se você ou a sua empresa querem investir para ampliar o Pessoas e Negócios Saudáveis, para que ainda mais refeições sejam distribuídas, entre em contato conosco! Basta enviar um e-mail para parceria@cieds.org.br, que vamos ficar felizes de lhes atender.

Alguns empreendimentos parceiros:

Mema Brilhante Eventos - Sabor das Loiras - Quentinha da Lu - Restaurante e Lanchonete Alhambra - Eli Patisserie - Quentinhas Cuscuz com Ovo - Restaurante Bom Paladar - Associação Mulheres da Pesca - Bujão Restaurante - Dona Rô Encomendas -  Sabores da Mama - Sabores da Tia Lúcia - Restaurante D. J. Moreira - Confeitaria e Pizzaria Costa do Rio Ltda - Restaurante Paladar - Restaurante Estrela - Comida e Cultura - Tânia Refeições - Restaurante Avenida - Pediu, Chegou - Geovana Maria  - Rosiele Vasconcelos da Silva Conceição 

Algumas das Organizações de Base Comunitária e Associações parceiras:

Associação dos Remanescentes do Quilombo Maria Romana - Associação dos Remanescentes do Quilombo Maria Joaquina  - Associação dos Remanescentes do Quilombo Sobara - Associação da Comunidade de Remanescentes de Quilombo do Povoado de Preto Forro - Associação dos Remanescentes do Quilombo Botafogo - Cabo Frio/RJ - Associação da Comunidade Remanescente de Quilombo da Rasa - Associação dos Remanescentes do Quilombo de Baia Formosa - Associação de Remanescentes de Quilombo de Machadinha - Associação dos Pequenos Produtores Rurais e Quilombolas de Aleluia, Batatal e Cambucá - Associação Quilombola de Conceição do Imbe - Associação Rural das Mulheres Artesãs e Agricultores Quilombolas de Barrinha - Associação de Moradores Quilombolas de Boa Esperança e Cacimbinha - Associação Comunitária dos Quilombolas de Graúna - Associação de Deserto Feliz

Texto por: Bruna Santamarina e Tatiana Carvalho

Últimas notícias

  • Oportunidades para construir redes para a prosperidade

    Projetos para apoiar via leis de incentivo em 2021

    Leia Mais
  • Quilombos: desenvolvimento comunitário e políticas são necessidade

    CIEDS, com o apoio da Shell Brasil, leva comida a 21 quilombos

    Leia Mais
  • Livro aborda voluntariado e inclusão de pessoas com deficiência

    Conselho de voluntariado empresarial reúne dados do IBGE e um case

    Leia Mais