Pensando o futuro através da tecnologia

21/02/2019

Jovens monitores culturais participaram da 12ª edição da Campus Party por meio de articulação entre o CIEDS e a Agência Solano Trindade

Inovação? Jovens engajados? Temos sim, senhor!

Todo ano a Campus Party chega a São Paulo para promover debates, palestras, oficinas e muito mais sobre tecnologia, empreendedorismo, inovação e criatividade. No evento são compartilhadas algumas das maiores novidades das áreas.

No momento em que o CIEDS fez uma articulação com a Agência Solano Trindade e ingressos foram disponibilizados, não hesitamos: oportunizamos que 27 pessoas, entre jovens monitores culturais e parceiros, pudessem participar de um dos maiores eventos de tecnologia do mundo.

O Thadeu, que atua na Biblioteca Pública Municipal José Mauro de Vasconcelos, foi um dos que se interessou: “Eu amo tecnologia e todas as áreas que se difundem dela, então fiquei animado com a oportunidade. Já estudei Análise de Desenvolvimento de Sistema e sou empreendedor, então é um evento importante para conhecer”.

Ser um campuseiro, como chamam carinhosamente aqueles que participam da Campus Party, é também uma chance de expandir os conhecimentos e aplicar na nossa vida. O Leonardo, que atua na Casa de Cultura São Rafael, sintetiza: “Tudo é um aprendizado. Aprender algo novo, principalmente com cultura, contribui não só como jovem monitor, mas também como cidadão”.

A Campus Party chegou em 2019 à sua 12ª edição e propôs novas formas de pensar a tecnologia. A Giovana, que atua na Biblioteca Pública Municipal Hans Christian Andersen, acredita que elas devem ser usadas para fomentar avanços e que saber o que nos espera no futuro ajuda a desenvolver formas para que o avanço seja saudável para a população.

O Programa Jovem Monitor/a Cultural é uma política pública de formação e experimentação em gestão cultural, que oferece a 300 jovens a oportunidade de atuar em um dos 102 equipamentos públicos de cultura da cidade de São Paulo. O programa é realizado pela Secretaria Municipal de Cultura em parceria com o CIEDS.

 

Autor: Gabriela Buenos Ayres