Inspira Boa Vista promove pauta de empreendedorismo para 1.100 pessoas

08/08/2019

5.655 atendimentos foram oferecidos gratuitamente para migrantes, refugiados e brasileiros

Um novo território de oportunidades. Foi a partir desta ideia que o Inspira Boa Vista reuniu cerca de 80 organizações, incluindo grupos produtivos, para oferecer diversos serviços e formações para a população.

Realizado nos dias 3 e 4 de agosto, uma ampla programação foi oferecida, com enfoque em empreendedorismo e geração de renda e contou com oficinas como Formalização de Microempreendedores (Sebrae); Cidadania Financeira (Banco Central do Brasil); Finanças Pessoais (Sesi); Potenciais de Mercado (SENAI); Carreira (Estácio); Criatividade e Empreendedorismo (Instituto Federal de Roraima).

O evento foi realizado no Sesi de Boa Vista, que cedeu as salas para as formações e atendimentos de beleza e saúde, além das duas quadras. Uma delas foi ocupada por grupos produtivos, em sua maioria de migrantes e refugiados que hoje estão nos abrigos de Boa Vista e que puderam comercializar produtos artesanais, alimentícios e cosméticos. No centro da quadra com estes grupos, rodas de conversa com os empreendedores, brasileiros e venezuelanos, foram realizadas para discutir empreendedorismo, direitos, cultura, respeito e a criação de redes.

Uma dessas empreendedoras era a venezuelana Diana Ferreira. “Nós viemos de Pacaraima com o artesanato. Trouxemos artesanatos feitos por várias mulheres. Cada peça tem o nome (da artesã) e o preço. É uma oportunidade que eles estão nos dando e estamos felizes”, contou a empreendedora.

 

Empreendedores que Inspiram

Neste mesmo local estava a Emanuela Farias, também conhecida como Manu. Empreendedora do Mulheres do Sul Global, que tem como objetivo inserir mulheres refugiadas no mercado de trabalho, por meio da costura, ela teve a oportunidade de acolher as empreendedoras em uma troca rica sobre negócios, culturas e desafios. “O Inspira Boa Vista arrebatou meu coração. A oportunidade de dialogar a linguagem universal de todas as mulheres que empreendem com costura foi importante para aprender a potência da força de trabalho que existe aqui”, relata a empreendedora que foi do Rio de Janeiro para dialogar com as empreendedoras em Roraima.

Na outra quadra, startups foram convidadas para inspirar empreendedores locais e apoiá-los de diferentes maneiras. Lemuel Simis, sociofundador da Firgun, negócio que oferece microcrédito para pequenos empreendedores, foi de São Paulo para participar e atendeu 70 empreendedores locais. “O Inspira fortaleceu ainda mais minha motivação para continuar na busca por investimento para quem mais precisa. Foi apenas o começo de um projeto grandioso, que trará desenvolvimento e prosperidade para Boa Vista e região”, afirma Lemuel.

Quem também foi para inspirar e oferecer acesso à crédito foi o Diego Reis, fundador da Conta Afro. O empreendedor, que vive em Brasília, atendeu 200 pessoas e oferecerá créditos que variam de R$ 100,00 a R$ 1.000,00 para que possam iniciar o desenvolvimento de seus negócios. Diego reconhece que na troca promovida pelo Inspira, todos saem ganhando. “Foi muito bom participar. Primeiro por ver que meu produto pode ajudar milhares de pessoas em situação de emergência e segundo pela quantidade de conexões feitas que ajudarão no aprimoramento das soluções da minha startup”, reconhece Diego.

 

Voluntariado e engajamento cívico

Uma grande mobilização foi feita antes e durante o evento, seja por meio da divulgação em diversos canais de comunicação (televisão, rádio, faixas pela cidade), até a disponibilização de ônibus gratuitos, cedidos pelo Instituto Federal de Roraima, Universidade Federal de Roraima e Operação Acolhida, que circularam pela cidade, levando as pessoas gratuitamente.

Mas também teve gente de longe que se sensibilizou com a causa. Beatriz Gardolinski mora em Curitiba e viu a divulgação do evento, publicada pelo CIEDS, no site Pátria Voluntária, parceiro no recrutamento de voluntários. Para viabilizar financeiramente sua ida a Boa Vista, ela fez uma campanha de crowdfunding, por um site de doações. No evento, Beatriz ofereceu, nos dois dias, palestra sobre Educação Financeira.

"Somos um país de imigrantes. Participar do Inspira Boa Vista significou poder compartilhar tudo o que venho aprendendo para garantir que as mesmas oportunidades que foram oferecidas para meus antepassados, quando chegaram ao Brasil, também sejam ofertadas para aqueles que chegaram agora”, relata Beatriz.

Assim como Beatriz, aproximadamente outras 100 pessoas dedicaram seu tempo e talento voluntariamente para a realização do evento. Além da Pátria Voluntária, as organizações ADRA e Serviço Jesuítas também apoiaram na mobilização de pessoas.

Yamil Rondon, voluntário pelo Serviço Jesuíta, contou que se sentiu acolhido pelo evento. “Foi algo que realmente impactou toda a comunidade e eu gostei. Me fascinou e me sinto muito feliz porque participei também em todas essas atividades”, declara.

Outra voluntária que ofereceu uma contribuição rica foi a fotógrafa venezuelana Adriana Duarte. Você pode conferir as fotos do evento, feitas por ela, no facebook do CIEDS. Clique aqui e confira.

 

Balcão de oportunidades, geração de renda, lazer e cultura

Além de atender os interessados em empreender, o Inspira também ofereceu oportunidades para quem está em busca de geração de renda em outras modalidades. O CIEE e o IEL fizeram cadastramento de jovens com interesse em estágio. A Secretaria de Estado do Trabalho e Bem-Estar Social também ofereceu oportunidades de trabalho e orientação para emissão da carteira de trabalho brasileira. 

A população também teve acesso a diversos serviços, como corte de cabelo, manicure, depilação, vacinação, orientação sobre prevenção de DSTs. Também houve espaço para diversão, nas oficinas da Escola de Youtubers, aula de dança, apresentações culturais, jogos de tabuleiro, grafite e muito mais.

 

Passaporte Inspira Boa Vista

Os participantes, ao chegar no evento, recebiam o “Passaporte Inspira Boa Vista”, com as atividades oferecidas. Ao participar das atividades, um grupo de voluntários registrava a participação por leitura de um QR Code. Aqueles que participassem de ao menos 2 atividades das categorias Economia Digital, Economia Colaborativa, Inovação e Criatividade, poderiam participar do sorteio de R$ 5.000,00 em produtos e serviços. Esta iniciativa foi realizada em uma parceria do CIEDS com a Social Me, empresa que fomenta economia social com crédito digital, meios de pagamento, gestão de doações e avaliação de benefícios sociais para impulsionar empreendedores, inserir pessoas no mercado de trabalho e retirar famílias da pobreza. Foram sorteadas duas pessoas na categoria empreendedores, com R$ 2.000,00 cada, e duas pessoas na categoria empregabilidade, com R$ 500,00 cada. A publicação com a divulgação dos sorteados você confere aqui

 

Vamos continuar inspirando?

“Inspira Boa Vista foi para mim uma janela. Uma porta aberta para muitas pessoas que têm muito a dar. Temos muitas coisas para compartilhar e aprender”. Foi essa a definição do participante venezuelano Yusman Vasquez sobre o evento.

O Inspira provou que é possível criar uma sociedade mais justa e democrática, para todos e todas, a partir da criação de redes. O evento foi uma iniciativa do projeto Redes de Integração Socioeconômica, realizado pelo CIEDS e Fundação IOCHPE, com cooperação da Open Society Foundation, PNUD e ACNUR. O projeto ainda prevê uma formação em direitos e cultura, competências para a vida, formação empreendedora e estímulo de um ecossistema empreendedor, com formação para empreendedores locais e incubação de 10 negócios.

Aqui você confere quem nos ajudou a “inspirar” Boa Vista neste evento:
ACNUR • ADRA • AVSI • CIEDS • CIEE • Codesaima • Consolata • Conta Afro • Cooperhorta • Cooperativa de Produções Indígenas • Coopercinco • CooperNova • Dignify • Escola de Youtubers • Estácio • FACIR • Firgun • Fórum das Federações Representativas de Classes Empresariais do Estado de RR • Fraternidade • FT Log e Humanitária • Fundação IOCHPE • Governo do Estado | SECULT | SEFAZ | SESAU | SETRABES • GF | Casa Civil | Ministério da Cidadania • Instituto INSIKIRAN • Fundação Telefônica Vivo • IDI • IFRR • Instituto Projeção • Mangai Coworking • Mulheres do Sul Global • NRC • Nona Anonamo •  OIM • ONU Mulheres • Open Society Foundation • Pátria Voluntária • Pirilampos • PMBV | SEMGES • PNUD • SEBRAE • Serviço Jesuíta • Sistema FAERR | SENAR | SESCOOP • Sistema FIER | SESI | SENAI | IEL • Sistema FECOMÉRCIO | SESC | SENAC | IFPD • SEST | SENAT • Social Me • Ticket Phone • UFRR • Visão Mundial • Zenit

Quer saber mais sobre o projeto ou se juntar a nós para inspirar Boa Vista nas próximas etapas? Escreva para inspiraboavista@cieds.org.br

Autor: Rafael Biazão