Inovação nas práticas pedagógicas

29/05/2019

Conheça mais sobre o tema, uma das Cinco Ações do CIEDS pela Educação

1 a cada 4 jovens deixa a escola antes do final do ano letivo, e dentre os motivos, para além do contexto social destes jovens, estão a falta de significado prático do currículo escolar e atratividade das atividades escolares oferecidas, segundo dados da GESTA - Galeria de Estudos e Avaliação de Iniciativas Públicas.

Para apoiar na mudança desse quadro, o CIEDS contribui para a execução do programa Inova Escola, iniciativa da Fundação Telefônica Vivo, que visa ao incentivo do uso de tecnologias em modelos de ensino e aprendizagem, bem como à promoção de reflexões sobre inovação em práticas pedagógicas.

O programa está dividido em três eixos (Estimular, Incubar e Disseminar), sendo o Eixo Estimular, o responsável por construir percursos formativos a partir da discussão de sete temas considerados como recorrentes ao se analisar práticas de inovação no campo pedagógico. São eles: Inovação Educativa, Gestão Inovadora, O papel do Professor, Personalização do Ensino, Projeto de Vida, Espaços Diferenciados e Recursos Tecnológicos. As formações ocorrem tanto em formato modular presencialmente, com oficinas de 8hs de duração para cada tema, como por meio de cursos online com duração de 20hs para cada tema.

Desde 2017, o CIEDS tem executado papel de intermediário entre a Fundação Telefônica Vivo e redes públicas de educação, sejam municipais ou estaduais para a construção de percursos formativos que garantam tais discussões.

Em 2018, o CIEDS também foi o responsável por parte das formações presenciais do programa, contribuindo para a ampliação do repertório de 6.590 educadores no formato presencial. Para além disso, no mesmo ano, por meio das ações de articulação e engajamento das redes públicas, o CIEDS contribuiu para 10.647 conclusões nos cursos Inova Escola à distância.

Quer saber mais sobre o tema? Confira o artigo Inovação e ações inovadoras, quais são os obstáculos a serem transpostos

Autor: Victoria Guimarães e Jéssica Sá