Festa e alegria na reinauguração da sala de informática do ECCA-Sé

02/08/2012

A sala possui seis computadores disposição de atividades, como aulas de inclusão de digital e acesso livre a internet.

No Espaço de Convivência para Criança e Adolescente em Situação de Rua - ECCA-Sé, equipamento da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social da Prefeitura de São Paulo com gestão do CIEDS, toda última quarta-feira do mês é marcada por uma festa temática que busca promover momentos de alegria, além de favorecer a integração entre público atendido (crianças e adolescentes) – seus familiares – orientadores e técnicos do espaço. Em julho, esta comemoração foi especial e trouxe uma novidade muito aguardada pelas crianças e pelos adolescentes: a reabertura do laboratório de informática, chamado carinhosamente de InfoECCA, que passou por reformas visando ampliar e adequar o lugar.

Agora o infoECCA possui sala exclusiva e seis computadores à disposição de atividades, como aulas de inclusão de digital, às terças e quintas-feiras, ministradas pelas orientadoras Gisele Cristina e Márcia Regina. As crianças e os adolescentes também podem acessar a internet livremente e usar os softwares instalados nos micros. “Eles gostam dos cursos e, principalmente, de navegar na internet. Muitos participam de redes sociais (Facebook) e por meio delas (re)estabelecem contato com familiares e amigos”, afirma Maria Aparecida Dutra, coordenadora do ECCA-Sé. E acrescenta: “A volta do InfoECCA nos proporcionou uma tarde diferente, um momento de celebrar algo que foi construído tanto pela equipe quanto pelo público atendido”.

E foi uma tarde diferente. A equipe do ECCA-Sé e mais 20 crianças e adolescentes participaram ativamente das atividades que se iniciaram com exercícios de animação de objetos, orientados por Beto Nunes, ator e diretor do grupo Aparte – Ação Teatral. O grupo é parceiro do ECCA-Sé, onde faz sua residência de teatro e como contrapartida apresenta peças aos frequentadores. “Os exercícios procuraram estimular o trabalho em conjunto, desenvolver habilidades cognitivas, despertar curiosidade e resgatar o brincar”, destaca Betto Nunes.

Depois, tivemos um lanche caprichado, preparado pela padaria artesanal da IBAK Cultural, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público. O cardápio ofereceu opções saudáveis de doces e salgados, valorizando o aproveitamento integral dos alimentos e promovendo o experimentar de sabores. A reabertura do InfoECCA teve como responsáveis pela organização e reforma os orientadores Rodrigo Cesar, Márcia Regina, Gisele Cristina, Silvio Mendes, Priscila Medeiros, Samara Abrão e Sebastião Nunes. Os beneficiários do ECCA-Sé também colaboraram. “De todas as nossas atividades, as aulas na sala de informática são as preferidas. A turma aprende a criar e-mail, fazer currículos e ainda se diverte com os jogos lúdicos”, ressalta Ingrid Lima, orientadora socioeducativa.

Estamos todos torcendo para que o InfoECCA ajude as crianças e os adolescentes a se integrarem ainda mais.

Autor: CIEDS