Descobrindo talentos através da pintura

03/12/2012

Projeto Educanilópolis leva a arte para alunos de classes especiais.

Orientação artística e desenvolvimento de habilidades através da pintura foram os conceitos presentes na culminância da ação “Olhares Inclusos”, realizada na terça feira, 27. A atividade foi uma articulação entre o projeto Educanilópolis, a artista plástica Carime Mamede e a Escola Municipal Paul Harris, localizada no município de Nilópolis, no Rio de Janeiro. O evento contou com a exposição de quadros pintados por estudantes que possuem deficiência intelectual, e que durante o ano letivo participaram de uma oficina de pintura ministrada pela artista plástica.

A ação “Olhares Inclusos” destaca a importância do ensino da arte na escola e busca através das oficinas valorizar o talento artístico de cada estudante e integrar de uma forma prática com o currículo escolar o ensino da história da arte, ressaltando as principais obras de pintores reconhecidos mundialmente.

A secretária de educação de Nilópolis, Glória Roland, esteve presente na culminância e elogiou o trabalho do projeto Educanilópolis, executado pelo CIEDS, e da escola que abriu espaço para este tipo de atividade envolvendo estudantes especiais.

“O Educanilópolis trouxe uma série de oportunidades para a escola, que através da arte promoveu uma integração entre esses estudantes. As modalidades artísticas são fontes ricas de conhecimento e aprendizado”, destacou a secretária.

O evento contou com apresentações de danças, uma peça teatral humorística e uma pequena demonstração dos estudantes que pintaram quadros, ao som da música Aquarela, do cantor e compositor Toquinho.

Segundo a artista plástica Carime Mamede, que ministrou a oficina para os estudantes desde o mês de setembro, através da arte é possível descobrir e formar novos talentos.

“A arte, além de ser um caminho para o estudante expressar sentimentos, desenvolve a mente para outras áreas, contribuindo para o autoconhecimento de novas habilidades”, disse Carime.

A diretora da escola, Maria Regina Oliveira, disse ter lutado durante três anos para trazer algo relacionado à arte para a escola, e ressaltou que com a parceria do Educanilópolis foi possível trazer recursos para a escola, que a partir desta ação, realizou o sonho da comunidade escolar.

“Acredito que essa atividade fez surgir muitos artistas aqui na escola. O que me emociona é que ao olhar o rosto de cada aluno, consigo perceber que eles estão valorizando tudo aquilo que eles produziram”, concluiu a diretora.

A exposição que também foi aberta aos responsáveis possibilitou que os mesmos pudessem conhecer o talento que eles ainda não conheciam dos filhos, como comentou Rosa Maria Cardoso, mãe do estudante Vitor Hugo Cardoso.

“Através da escola descobri este novo talento do Vitor. Achei isso tudo muito legal porque essas atividades ocupam o tempo dele e ele aprende muitas coisas”, explicou Rosa.

Autor: Ana Paula Santana