Redes para Educação Integral

14/07/2015

Projeto articula ONGs e Secretarias de Educação e Assistência Social em prol de Educação Integral.

Na busca pela ampliação das oportunidades educativas oferecidas a estudantes das redes públicas de ensino das cidades de São Luís (MA) e Várzea Grande (MT), a Fundação Itaú Social e o CIEDS vêm promovendo a formação de uma rede colaborativa através do projeto Redes de Educação Integral.

O projeto é um piloto que estimula a atuação em rede pelas Organizações do Terceiro Setor locais. Ele também articula com as secretarias de educação e assistência social dos municípios e mapeia as principais políticas públicas relacionadas ao tema. 

Para isso, tanto o corpo técnico das ONGs quanto os profissionais que atuam nos programas de Educação Integral nos municípios abrangidos, são capacitados sobre práticas e conceitos de educação integral.

O objetivo é potencializar o capital social e ampliar o acesso a diferentes formas de aprendizagens, especialmente para estudantes em situação de alta vulnerabilidade social.

“A educação integral em São Luís vai passar a ser vista não só através de uma escola em tempo integral, mas como uma educação ampliada. É um momento em que as organizações vão realmente se fortalecer, vão ser capacitadas e vão poder atuar de forma mais qualificada.”, afirma Núbia Oliveira, do Grupo de Apoio as Comunidades Carentes do Maranhão que participou de umas das formações.

O Rede ainda realiza um mapeamento de potenciais educativos nos municípios e publicará um Guia de Recursos Educativos e outro de Boas Práticas, contribuindo para a autogestão e empoderamento das redes formadas.

 

Autor: Isabel Salgado