Psicossocial promove reunião socioeducativa para moradores em Santo André

11/10/2012

As reuniões fazem parte de um ciclo formativo, composto de três encontros mensais.

O projeto Intervenção Psicossocial Emergencial, executado pelo CIEDS, em parceria com a Secretaria de Inclusão Social da Prefeitura de Santo André (São Paulo), realizou reuniões socioeducativas com os moradores dos bairros João Ramalho e Cata Preta, atendidos pelo Programa Aluguel Social (PAS),  nos dias 25 e 26 de setembro, no Centro de Referencia a Assistência Social – CRAS Vila Luzita. 

As reuniões fazem parte de um ciclo formativo, composto de três encontros que tem por objetivo abrir espaço para que os beneficiários do PAS façam o diagnóstico dos problemas e busquem coletivamente soluções na área da moradia, entendendo a questão de forma abrangente, considerando emprego, trabalho e acesso a direitos e outros temas como fatores que influenciam na busca e na manutenção de uma residência. Esse primeiro encontro foi chamado “Mudanças para transformação” e contou com a presença de 70 representantes das famílias que expuseram suas opiniões sobre o PAS e sugeriram ideias de melhorias. Eles mostraram-se satisfeitos com os serviços públicos oferecidos nos dois bairros, tanto que gostariam que fosse estudada a possibilidade do reassentamento definitivo nesses locais.

A equipe do Psicossocial aproveitou para informar das formas de oficializar as reivindicações. Isso foi importante, pois mostrou que os beneficiários precisam participar no debate de políticas habitacionais. Segundo William Cachopo, técnico social do projeto, as reuniões “trabalharam a autonomia do grupo e promoveram a inclusão”. Para ele, foi “uma experiência gratificante”, mesma opinião dos participantes do encontro. “Foi produtivo e eu acho bastante importante esse tipo de reuniões para gente se informar”, ressalta Adriana Damas, beneficiária.

O Psicossocial avalia que durante o processo de reassentamento provisório, faz-se necessária a reconstrução dos vínculos familiares e comunitários, além de uma nova organização da dinâmica do cotidiano para o reconhecimento do novo território onde as famílias residem utilizando o benefício do Programa Aluguel Social. Por isso, atividades como essa fazem diferença.

A próxima reunião ocorrerá em 31 de outubro, no CRAS Vila Luzita (Santo André). O tema discutido será empregabilidade.

Autor: CIEDS