Proind realiza Passeio Cultural ao Cristo Redentor

11/12/2013

Ponto Turístico mais visitado do Rio de Janeiro recebe participantes do projeto.

Aproveitando a quinta feira ensolarada do Rio de Janeiro, os participantes do Proind foram ao Cristo Redentor, um dos mais visitados pontos turísticos da cidade maravilhosa. O objetivo da visita foi proporcionar uma maior interação entre os mesmos, fazendo com que eles conheçam de perto a história e as belezas naturais do Rio.

O Proind (Programa de Inclusão da Pessoa com Deficiência no Ambiente de Trabalho) é um projeto da Petrobras, em parceria com o CIEDS, que prepara e incentiva pessoas com alguma deficiência para a vida profissional. Através de capacitação, tanto teórica, quanto prática, o projeto possibilita também o desenvolvimento de competências profissionais dos participantes para a inserção e continuidade dessas pessoas no Mercado de Trabalho.

Com Diagnóstico de Transtorno de Déficit de Atenção,  Henrique Luiz Dutra de 22 anos, conta que com ajuda do projeto, família e amigos conseguiu melhorar muito seu comportamento e atenção. Henrique também ressaltou que esta não é a primeira vez que vai ao Cristo Redentor, e que agora tem outro olhar sobre a paisagem do Corcovado.

Eu já vim outras vezes aqui em um curso de escoteiro que eu fazia, mas antes não reparava nos detalhes da paisagem e hoje já consigo admirar mais. Aqui no Proind fiz muitas amizades e esse projeto é muito significativo para mim, só tenho a agradecer”, disse Henrique.

Após as visitas, a equipe técnica do PROIND realiza um bate papo com os participantes, onde trabalha com eles as questões socioculturais de cada visita, estimulando o crescimento profissional, por meio da ampliação do conhecimento e aprendizado.

De acordo com Juliana Mikami, Fiscal de Convênio e responsável pelo Projeto na Petrobras, a escolha dos lugares a serem visitados é feita pelos próprios participantes. “Damos essa autonomia a eles e a maioria frisou que tinha muita vontade de conhecer o Cristo Redentor. O bacana é que este tipo de iniciativa causa uma grande interação entre eles, onde podem trocar ideias e dialogar”, afirmou Juliana.

Autor: Ana Paula Santana