PROIND e MOPE se unem em roda de conversa sobre sexualidade com os jovens participantes do projeto da Petrobras

04/05/2012

Parceria entre projetos fortalece não só as relações entre os colaboradores, como as ações que cada projeto desenvolve e o crescimento profissional e pessoal das equipes.

Na última quinta-feira, dia 26 de abril, a equipe do MOPE - Mobilização, Participação e Enfrentamento das DSTs e AIDS com lideranças comunitárias da Cidade do Rio de Janeiro – foi até as dependências da Petrobras e promoveu uma roda de conversa sobre sexualidade com os participantes do PROIND, projeto da Petrobras executado pelo Cieds que tem como principal finalidade a inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Além das capacitações em auxiliar administrativo, jardinagem e serviços gerais, o PROIND acredita na importância de atividades diversificadas para a ampliação do repertório e das perspectivas dos jovens deficientes. Assim como passeios pela cidade e atividades culturais, as palestras mensais – sobre assuntos sugeridos pelos próprios participantes - são eventos presentes no cronograma do Projeto.  Nessa ocasião, a equipe do MOPE foi convidada, pela primeira vez, a participar da atividade.

O assunto sexo é tabu em muitos lugares e, a fim de desconstruir essa imagem e desinibir os jovens, foi proposta uma dinâmica de perguntas e respostas, em que eles mesmos respondiam os questionamentos feitos pelos colegas. Entre uma e outra pergunta, a equipe do MOPE dava dicas e explicações, corrigia e confirmava as respostas, falando sobre sexo de uma maneira descontraída e confortável.
 
Nessa atividade, PROIND e MOPE mostraram que a parceria entre projetos fortalece não só as relações entre os colaboradores, como as ações que cada um dos projetos desenvolve isoladamente e o crescimento profissional e pessoal das equipes envolvidas.

Segundo Rosi Menezes, Gerente de Projeto do PROIND, o mais importante dessas parcerias, além de aproximar os colaboradores, é a oportunidade de interagir com os diferentes públicos atingidos pelos projetos do Cieds. Valéria Merker, Gerente de Projeto do MOPE também considera esses os grandes benefícios trazidos pelas parcerias com outros projetos: “Todos os projetos devem se interligar, pois quanto mais estivermos participando e colaborando com os projetos, mais cresceremos como equipe. Além disso, interagir com novos públicos nos gera mais conhecimento e eliminação do preconceito”.

Ao final da atividade cada um dos jovens recebeu um kit com preservativos masculinos e informativos sobre doenças como tuberculose, AIDS e sífilis. A roda de conversa superou as expectativas e, a pedido dos próprios jovens, o MOPE voltará para novos debates.

Autor: Marina Rotenberg