Produção e criatividade conquistam estudantes

30/09/2013

Semana “UERJ sem Muros” traz atividades que despertam a curiosidade de alunos da Escola Santo Tomás de Aquino.

Qual estudante não tem a curiosidade em descobrir, de forma lúdica e dinâmica, como é gerada a corrente elétrica que faz funcionar um rádio, ou entender a formação do universo? Essas e outras dúvidas foram esclarecidas durante a 24ª edição do “UERJ Sem Muros”, que recebeu, na terça, 24, a visita dos alunos da Escola Municipal Santo Tomás de Aquino, no Leme, por meio de uma articulação do projeto Pontes para o Futuro.

“UERJ Sem Muros” é um evento que apresenta à sociedade a produção acadêmica realizada nas diversas áreas do conhecimento, envolvendo ensino, pesquisa, extensão e cultura da Universidade Estadual do Rio de Janeiro. O projeto Pontes para o Futuro, a fim de apresentar aos estudantes como é o meio acadêmico e estimular neles o desejo em dar continuidade aos estudos, organizou a visita.

Além de descobrirem que o Brasil vem ocupando lugar de destaque na indústria robótica nos últimos três anos, os estudantes também se conscientizaram de que a produção de energia eólica tem ganhado espaço no país, que já é considerado mundialmente por transformar vento em eletricidade pelo menor preço do mundo.

Em visita ao planetário exposto na mostra, os instrutores explicaram como se formam os corpos celestes (estrelas, planetascometasnebulosasaglomerados de estrelasgaláxias). Fascinados com as histórias da mitologia grega, muitos estudantes aprenderam a localizar em meio a um sistema solar fictício, a constelação cruzeiro do sul e órion. “Eu gosto muito de astronomia. Hoje vi que existem vários fenômenos no sistema solar que eu nem conhecia”, disse Juliana Alcântara, de 14 anos.

Representar a cidade do Rio de acordo com o imaginário dos cariocas, através de desenhos e pinturas, foi a ideia dos estudantes de designer Thiago Alves, de 23 anos e Daniel Rocha, de 21 anos. O Laboratório de Designer e Etnografia exposto no evento conquistou muitos estudantes que colocaram no papel sua percepção sobre a estrutura da cidade.

“Este tipo de trabalho acadêmico que estamos desenvolvendo une a antropologia ao designer. UERJ Sem Muros é um evento que está nos ajudando a progredir com nosso trabalho acadêmico, pois funciona como uma troca de conhecimento”, disse Thiago Alves.

Executado pelo CIEDS, o projeto Pontes para o Futuro é uma iniciativa da Fundação Itaú Social.  Realizado na Escola Municipal Santo Tomás de Aquino, no Leme, o projeto tem atuação voltada para os alunos do 8° e 9° ano e visa promover a permanência  na escola de jovens em transição do ensino fundamental para o ensino médio.

Autor: Ana Paula Santana