Precisamos falar sobre HIV/AIDS

19/12/2016

Evento do projeto Atitude Jovem Frente ao HIV/AIDS convida à discussão sobre a AIDS e sua prevenção.

Ainda um tabu, o HIV e a AIDS são questões de saúde pública, sobretudo para os jovens. Pensando em mudar esse quadro, o projeto Atitude Jovem Frente ao HIV/AIDS, parceria do CIEDS com o laboratório ViiV Heathcare, formou jovens de duas comunidades do Rio como agentes multiplicadores da prevenção e das políticas públicas municipais de saúde voltadas para a juventude.

Durante seu I Encontro Carioca de Discussão das Políticas Públicas sobre Prevenção de HIV/AIDS para a Juventude, o projeto apresentou o resultado das pesquisas que desenvolveu.  Representantes do governo, da sociedade civil e da iniciativa privada integraram as mesas de discussão do evento. Nomes como Dra. Katia Edmundo, Diretora do Centro de Promoção da Saúde, e Dra. Brenda Hoaglan, médica e pesquisadora do INI/FIOCRUZ, apresentaram novas formas de prevenção da AIDS.

“Cada vez que falamos sobre a AIDS, damos espaço para diminuir estigmas e preconceitos. Queremos que as pessoas não tenham vergonha de procurar os serviços de saúde públicos”, diz Denise Pires, Coordenadora do Departamento de DST/AIDS do estado do Rio de Janeiro.

Os jovens ganharam não só foco como voz. Os beneficiários do projeto apresentaram músicas e histórias em quadrinhos de sua criação, bem como distribuíram preservativos, sensibilizando sobre o preconceito e a importância da prevenção.

Autor: Victoria Guimarães