Plataforma dos Centros Urbanos realiza 1ª oficina da Formação Audiovisual com os Adolescentes Comunicadores

05/03/2012

No dia 24 de fevereiro, aconteceu a primeira oficina do CIVIRA: Formação Audiovisual para Adolescentes Comunicadores da Plataforma dos Centros Urbanos.

No dia 24 de fevereiro, aconteceu a primeira oficina do CIVIRA: Formação Audiovisual para Adolescentes Comunicadores da Plataforma dos Centros Urbanos. Esta formação, conduzida por Jefferson Santos, colaborador do CIEDS SP, em parceria com Octavio Novaes, educador da Revista Viração, pretende registrar a experiência vivida pelos jovens no projeto, resgatando os aprendizados adquiridos, apontando os êxitos da PCU e as perspectivas futuras. Tudo isso sob a ótica dos próprios adolescentes.

Neste primeiro dia de formação foi apresentado o conteúdo programático aos adolescentes participantes, iniciando o contato com a linguagem audiovisual. A proposta é trabalhar um conjunto de técnicas e linguagens características do universo audiovisual e produzir um curta-metragem que será exibido no encontro de encerramento da Plataforma, em que Grupos Articuladores e Prefeituras serão reconhecidos pelo UNICEF e parceiros técnicos pelo trabalho realizado ao longo da Iniciativa, e pelo esforço empreendido em defesa dos direitos das crianças e adolescentes.

Na manhã do dia 24 de fevereiro os trabalhos foram iniciados com a história do cinema, grande responsável pela revolução na relação entre o homem e a imagem. Em seguida, foram abordados os tipos de documentários existentes, ressaltando as características do gênero narrativo, que deverá ser utilizado para a elaboração do curta-metragem final.

Os adolescentes ficaram super estimulados e com vontade de colocar a mão na massa! E foi aí que a equipe técnica usou todo seu feeling para manter o ânimo da moçada e já experimentar a prática: realizaram uma primeira produção audiovisual,  ainda de forma muito simples, mas com muito cuidado e de forma divertida.

O primeiro encontro foi fechado com um bate-papo sobre o que foi aprendido no dia e quais os próximos passos. O encontro foi muito proveitoso e as falas de avaliação final dos jovens nos sinaliza: os adolescentes adoraram as atividades e querem mais!  

Autor: CIEDS