Núcleo de Sustentabilidade Juruti do Programa ECOA realiza Cinema na Praça

07/02/2012

No último sábado, dia 04 de fevereiro, foi realizada uma atividade de Cinema na Praça na cidade de Juruti, PA, no Barracão Comunitário na comunidade Perpétuo Socorro.

No último sábado, dia 04 de fevereiro, foi realizada uma atividade de Cinema na Praça na cidade de Juruti, PA, no Barracão Comunitário na comunidade Perpétuo Socorro, pelo Programa ECOA - Educação Comunitária Ambiental.

Contando com a presença de 90 pessoas, sendo 60 crianças e 30 adultos, o evento iniciou-se com uma dinâmica de boas vindas ao som do DVD “Volta ao Mundo” do Patati e Patatá.

As sessões de cinema levaram em consideração os dois públicos. Com o filme “Shrek Para Sempre”, crianças e adultos puderam se divertir e se encantar com a história de um pacato pai de família, casado e pai três filhos e que sente falta da adrenalina e da liberdade que tinha no passado. Para recuperá-los, ele firma um pacto com Rumpelstiltiskin e passa a viver em uma realidade alternativa sem família e com muita confusão. Como era de se esperar, o ogro descobre ao final que a vida pacata e em família é tudo o que ele quer ter.

Na segunda sessão, já com teor mais adulto, a exibição do filme “Quem quer ser um Milionário”, de Danny Boyle, mostra a vida de um jovem que trabalha servindo chá em uma empresa de telemarketing e que um dia se inscreve no popular programa de TV "Quem Quer Ser um Milionário?". Inicialmente desacreditado, ele encontra em fatos de sua vida as respostas para as perguntas feitas.

Para Daniel Barretti, coordenador do Programa ECOA, pelo CIEDS São Paulo, este tipo de atividade colabora para integração e para a descoberta de possíveis espaços de construção de conhecimento na comunidade. “O Cinema na Praça é uma atividade muito significativa, pois busca dar vida aos espaços públicos comunitários levando entretenimento, cultura e lazer a uma população que dificilmente tem acesso aos diversos meios de propagação de informação e de cultura. Além disso, os filmes selecionados trataram, junto ao público presente, de assuntos relacionados à sua realidade, como: a importância do vínculo familiar e da marginalização que muitas pessoas vivem devido a sua origem e diversidade cultural”.

Autor: CIEDS