Comunicação que transforma

21/02/2019

Mário Emmanuel, do Jovens Comunicadores, descobriu como impactar sua comunidade com a produção de conteúdos em vídeo

Mário Emmanuel, pernambucano de 19 anos, descobriu cedo que a comunicação era um forte agente da mudança nos territórios. Começou promovendo a transformação em uma ONG da sua comunidade, onde teve contato com uma rádio comunitária e produziu conteúdos para as suas redes sociais.

“Acredito que a comunicação, quando usada com comprometimento, tem um grande potencial transformador. Porque ela pode ser usada para uma infinidade de objetivos, seja para promover uma ideia ou conscientizar”, ele diz.

Quando entrou no projeto Jovens Comunicadores, descobriu que poderia fazer ainda mais com o que tinha: “Antes eu não achava que seria possível produzir audiovisual de qualidade com baixo recurso, achava que era algo de Hollywood, mas o projeto me mostrou que eu, mesmo sem grandes recursos, posso produzir vídeos de qualidade, que impactem e transformem”.

Dentro do Jovens Comunicadores, Mário pôde exercitar a sua criatividade e produzir diversos materiais, dentre eles o curta “Viver não cabe no Lattes”, que foi exibido na Universidade Federal Rural de Pernambuco, onde estuda História. A produção do curta mobilizou cerca de 200 alunos e os efeitos do debate sobre seu tema, saúde mental no ambiente da faculdade, são sentidos até hoje nas salas de aula: “Muita gente da faculdade ainda me pergunta o que eu acho sobre o assunto”.

Participar do projeto foi algo que marcou Mário e que o jovem lembra com carinho: “A experiência foi incrível, aprendi muito e pude colocar tudo em prática. A dinâmica da formação foi demais, mas o que mais me tocou sempre foi a troca que tivemos com os colegas no projeto. Quando a gente para e percebe a vivência do outro. São jovens de diferentes lugares com muitas experiências diversas e isso é muito legal”.

Agora, ele quer usar os conhecimentos que adquiriu para melhorar o aprendizado dos estudantes do seu curso e também os jovens da comunidade em que vive: “quero ensinar conteúdos de forma leve e didática, democratizando assuntos acadêmicos. Penso em continuar colocando em prática tudo que aprendi, seja em minha comunidade, no meu estado, em todo lugar”.

O Jovens Comunicadores é um movimento de abrangência nacional que promove o engajamento cívico e a diversidade das juventudes brasileiras ampliando seus potenciais por meio de processos e práticas de colaboração e educomunicação. É executado pelo CIEDS e financiado pela Outdoor Social.

É o poder transformador da juventude e da comunicação agindo para a mudança positiva dos territórios.

Autor: Victoria Guimarães