CIEDS SP participa da Abertura de comemorações ao Dia Internacional da Mulher em Santo André

09/03/2012

No dia 01 de março, a prefeitura de Santo André realizou um evento de abertura das comemorações do “Mês da Mulher”.

No dia 01 de março, a prefeitura de Santo André realizou um evento de abertura das comemorações do “Mês da Mulher”. Ao longo do mês, será desenvolvida uma programação que trabalhará com informações sobre a violência contra a mulher e sobre a Lei Maria da Penha, que já faz 5 anos de existência.

No evento de abertura, a Dra Elaine Cavalcante, do juizado de violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da Comarca de São Paulo, e Lenira Politano de Silveira, psicóloga do departamento de Saúde do Servidor, ministraram a palestra “Ciclo de violência contra as mulheres”.

Representando o CIEDS SP, estavam presentes Ana Lucia Oliveira e Priscila Ferreira, do Projeto Intervenção Psicossocial, e para elas “a participação das equipes técnicas em eventos como este tem um papel fundamental de representação, pois assim fortalecemos a rede de conhecimento para o atendimento às nossas beneficiárias, além de tratar o tema junto aos colaboradores de forma mais concisa”.

Um dos momentos mais importantes da palestra se deu quando as palestrantes orientaram os participantes quando ao trato com mulheres vítimas de violência:

“Devemos ter em mente a ambiguidade de sentimentos que ocorrem dentro da mulher, não devemos dizer “separe-se”, pois existem diversos fatores que a impactam na “não tomada” dessa atitude, seja medo, vergonha ou sentimento de culpa, já que logo após serem agredidas passam por uma fase de crise “lua de mel” e “tensão”. A fase de “lua de mel” é quando o agressor promete mudar sua atitude, e a fase da “tensão” é a volta dos conflitos. Precisamos encaminhá-la ao Vem Maria, a delegacia da mulher, já que nesses locais eles poderão lidar de forma adequada com esses casos”.

Atualmente, 27% das mulheres residentes em São Paulo são afetadas pela violência doméstica, e, só no ABC Paulista o crescimento do número de casos de violência contra a mulher chegou a 21,4%.

Para denunciar qualquer ato de violência contra a mulher, entre em contato com a Central de Atendimento à Mulher – ligue 180.

Autor: CIEDS