Alunos vão a uma das escolas mais inovadoras do mundo

21/10/2013

Projeto Pontes para o Futuro mostra aos alunos as profissões do futuro ao articular visita a Escola Nave.

“Essa escola é um sonho”, disse a aluna Maria Luisa Santos, ao olhar admirada para as intalações da Escola Nave (Núcleo Avançado em Educação), na Tijuca, Zona Norte do Rio.  Na perspectiva de mostrar para os estudantes como é o universo da comunicação e mídias digitais, o projeto Pontes para o Futuro levou, na quarta feira, dia 10, alunos da Escola Municipal São Tomás de Aquino, para visitarem a Escola Nave, por meio da parceria entre o Instituto Oi Futuro e a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc).

Reconhecida pela Microsoft em 2009 como uma das 30 instituições de ensino mais inovadoras do mundo, a Escola Nave, que inclui o Colégio Estadual José Leite Lopes, é uma escola pública de alta tecnologia de ensino integral, em que o ingresso de dá por meio de concurso, e que oferece cursos técnicos no campo de roteiro, multimídia e programação visual. 

Por meio do programa “Nave de Portas Abertas”, a escola permite que estudantes de outras instituições de ensino visitem o espaço e conheçam mais sobre os cursos oferecidos.  A proposta é mostrar aos alunos os caminhos possíveis para atuarem como profissionais em diferentes segmentos das mídias digitais, como jornalismo, publicidade, propaganda, marketing, cinema, produção cultural e criação de games.

De acordo com a estudante da escola Nave, Beatriz Reis, de 15 anos, as aulas são interativas e os professores buscam integrar todas as disciplinas. “O que acho legal aqui é que na aula de português eu também aprendo ciências, na de matemática, aprendo biologia, fazendo um mix entre as matérias”, afirmou Beatriz.

A estudante Maria Luiza Bonfim deixou uma mensagem para os alunos da E.M. São Tomás de Aquino que têm interesse em tentar o concurso para ingressar na escola. “Para estudar aqui é preciso dar o máximo de vocês que no final vem a recompensa, disse a estudante.

Os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer a rotina dos profissionais que ficam por trás das câmeras e das telas dos computadores, ao visitarem os laboratório de edição de vídeos e áudios, criação de jogos online, produção de roteiros, entre outros.

“Eu gostei muito da visita, a estrutura dessa escola é bastante inovadora. Achei interessante a dinâmica das aulas. Pelo que percebi, os professores ajudam os alunos no que eles precisam e isso torna a aulas mais divertidas”, comentou a estudante da E.M. São Tomás de Aquino, Debora Alexia Nascimento, de 14 anos.

Uma nuvem de palavras formando a imagem de personagens de desenhos animados chamou a atenção dos  alunos ao visitarem o “Espaço de Convivência”, local onde são expostos todos os trabalhos feitos pelo alunos da Escola Nave.  

A visitante, Maria Eduarda Freitas, de 14 anos, está fazendo um curso de computação gráfica, e por isso ressaltou que gostou de conhecer os cursos que a escola Nave disponibiliza. Além disso, Maria Eduarda elogiou a oportunidade que o Pontes para o Futuro oferece aos alunos ao articular visitas a escolas técnicas.

“Esta é uma oportunidade única que o projeto nos oferece de conhecermos os cursos técnicos, para não ficarmos com tanta dúvida quando vamos prestar o concurso para o ensino médio técnico”, explicou Maria Eduarda.

A visita à escola Nave faz parte de um conjunto de ações promovidas pelo projeto, visando auxiliar o aluno no momento da transição para o Ensino Médio

Núcleo Avançado em Educação é um programa voltado para a pesquisa e o desenvolvimento de soluções educacionais no ensino médio que usa as tecnologias da informação e da comunicação, capacitando os estudantes para profissões na área digital. Atualmente, as escolas com o Núcleo nos estados do Rio de Janeiro e Recife contam com cerca de 960 estudantes e 100 educadores.

Autor: Ana Paula Santana