A vida pode ser (mais) doce

09/05/2018

Conheça Everline, cearense que, graças a curso da Maloca dos Brilhante, realizou o sonho de ser confeiteira

Everline Chagas resolveu apostar nos seus sonhos. Moradora de Pacajus, ao ouvir em um programa de rádio sobre o curso de gastronomia que estava para acontecer no Centro Cultural Maloca dos Brilhante, não pensou duas vezes e fez sua inscrição.

O curso em questão, uma parceria da Maloca com o Senac – Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Ceará, rendeu frutos e Everline voltou ao local para fazer também os cursos de salgadeiro e padeiro confeiteiro. Após dez anos trabalhando em uma fábrica de calçados, ela finalmente encontrou sua verdadeira paixão: a cozinha.

“Queria investir em algo que eu realmente gostaria de fazer”, explica ela.

Lá na Maloca, ambiente propício para acumular aprendizados e criar redes, Everline teve, além das vivências práticas, aulas que abordaram temas como Relações Interpessoais, Ética e Trabalho e Qualidade na Prestação de Serviços.

“Ela sempre foi dedicada e muito interessada. Raramente faltava e sempre ficava depois do horário da aula para ajudar a professora”, conta Jonas Melo, funcionário da Maloca.

Everline posa com colegas e professora em comemoração do curso de Padeiro Confeiteiro.

Não demorou muito para que outras pessoas reparassem no cuidado e talento na cozinha de Everline. Logo ela conseguiu um emprego na padaria do supermercado local Moranguinho, por intermédio de uma colega de curso, que já trabalhava lá.

A confeiteira fala com alegria e amor sobre seu trabalho no mercado: “Para mim foi ótimo, o que eu mais queria era fazer bolo e doce. Gosto de tudo no meu trabalho”.

Entretanto, o sonho não para por aqui. Everline, que é mãe de três filhos e avó, quer ir além e seguir o conselho dado por uma de suas colegas no curso: “Para o meu futuro penso em montar o meu pequeno negócio, como me aconselharam”.

A preparação tem sido intensa. Além do emprego no supermercado, a cearense também faz encomenda de bolos e doces para festas e eventos. E com a aprovação da família, tudo fica mais gostoso: “Eles adoram!”, diz ela.

Se depender de Everline, Pacajus está prestes a ganhar uma nova confeitaria. 

Autor: Victoria Guimarães