Jovens do PROIND celebram formatura

14/12/2012

Programa que inclui deficientes no mercado de trabalho realiza cerimônia de formatura para seus 15 participantes.

O PROIND, Programa de Inclusão da Pessoa com Deficiência no Ambiente de Trabalho, celebrou no dia 11 de novembro, no auditório do CENPES(Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello) a formatura de seus 15 participantes. O programa de desenvolvimento social, que tem como foco o desenvolvimentos e a capacitação de pessoas com deficiência, oferece cursos para qualificação dos mesmos para o mercado de trabalho.

Os participantes do projeto, são inseridos em diversos postos de trabalho em áreas dentro do CENPES, centro que executa o PROIND em parceria com o CIEDS. Além de capacitar, o projeto tem a função de romper qualquer discriminação e preconceito, fazendo com que essas pessoas se sintam em condições e com as mesmas oportunidades dentro do ambiente de trabalho, como disse em uma das homenagens o supervisor Fábio Nascimento:

“No começo achei que esse programa daria oportunidades para eles, mas percebi que a oportunidade era para nós que estávamos passando pela vida deles”.

O programa tem duração de dois anos para cada aprendiz. A formatura ocorreu apos os cursos de qualificação terem sido concluídos, os diplomas foram entregues pelos coordenadores do programa. Os participantes homenagearam os professores e a equipe do projeto pela oportunidade cedida e por ajudarem eles a perderem o medo e enfrentar as dificuldades que tinham devido a deficiência. A aluna Natanna Souza, no início do programa não acreditava em seu potencial e afirmou que após sua entrada no PROIND sua vida melhorou e se estruturou.

‘’O PROIND mudou minha vida, além de me estruturar, pois perdi a visão com 18 anos, me fez acreditar em mim e a encarar a vida como ela é. Eu costumo dizer que existiu uma Natanna antes do PROIND e uma Natanna depois que entrei para o projeto, pois me aceitei, comecei a me amar mais e a ter um estimulo para trabalhar. Antes eu tinha feito um técnico em nutrição, no início do programa não consegui uma vaga nessa área, mas depois consegui e fui para a parte de nutrição e estou muito feliz agora.” 

Raquel Souza, mãe de Natanna, concluiu: Para a Natanna foi muito importante esse programa, ela se tornou independente, ficou mais segura de fazer as coisas sozinha, antes ela nem sair de casa saia sem minha companhia, a autoestima dela mudou totalmente, todos nós estamos muito melhor agora.

Ao final da formatura os alunos apresentaram uma peça teatral: Equilibrando a vida, onde encenaram duas empresas diferentes, em uma os funcionários tinham qualidade de vida e eram respeitados e na outra, a empresa não valorizava o profissionalismo de seus funcionários. Após a peça os alunos e seus familiares seguiram para um coquetel de confraternização.

Texto por: Thais Ribeiro

Últimas notícias

  • Como o nosso modelo de gestão pode apoiar o terceiro setor?

    Prosperidade 360º foi desenvolvido por equipe multidisciplinar

    Leia Mais
  • CIEDS marca presença na Rio Oil & Gas 2022

    Somos parceiros ESG do evento e dialogamos em um painel da Arena ESG

    Leia Mais
  • CIEDS se une à ação da ONU em compromisso com ODS

    Somos os representantes brasileiros da ‘Global Week to #Act4SDGs’

    Leia Mais