Jovens aprendem a transformar ideias empreendedoras em negócios

07/09/2012

Programa Shell Iniciativa Jovem apresenta oportunidades e vantagens para atuação de voluntários.

Na última terça feira, 04 de setembro, o Iniciativa Jovem, programa da Shell executado pelo CIEDS, realizou no auditório do Ibmec, localizado no Centro do Rio de Janeiro, um encontro dedicado a profissionais, empresários e consultores. O encontro teve como objetivo buscar voluntários com experiência profissional no mercado para auxiliarem e capacitarem jovens, formando assim novos empreendedores.

A mesa de debate contou com a presença de Fábio Müller, diretor executivo do CIEDS, da diretora executiva da organização internacional Junior Achievement, Laura Mariani, e Sebastião Raphael, diretor da empresa de consultoria de moda Voceview. Eles falaram sobre algumas funções dos voluntários em áreas específicas de atuação, como por exemplo: mentoria, banca, auditoria e júri, dentro do Iniciativa Jovem e destacaram as etapas pelas quais os jovens passam ao ingressarem no programa: Laboratório de Ideias, Oficina de Desenvolvimento Individual, Oficina de Projetos, Prática de Plano de Negócios e por último a Fábrica de Negócios.

De acordo com o diretor executivo da Voceview, Sebastião Raphael, o Brasil, dentre os países latino-americanos em desenvolvimento, é o que mais apresenta um crescimento economicamente acelerado no mercado empreendedor e ressaltou que isso se dá devido o surgimento de programas como o Shell Iniciativa Jovem, que auxilia os jovens a montarem seu próprio negócio.

“O importante de participar de um projeto como este é ter a possibilidade de ajudar estes jovens a transformar uma ideia empreendedora em uma empresa e poder também ensiná-los o significado do sucesso dentro de um empreendimento”, disse Sebastião.

Pedro Ronnan Marcondes já participou do Programa Shell Iniciativa Jovem e hoje é diretor executivo da Argilando, ONG que recruta e capacita voluntários para atuarem em instituições diversas, criando assim oportunidades para aqueles que queiram executar atividades nessa área, e em paralelo, capacitando também a organização para receber estes novos voluntários.

“Umas das iniciativas da Argilando é trabalhar o desejo das pessoas em buscar benefícios pessoais, trabalhando como voluntários em alguma instituição de próprio interesse, por exemplo”, comentou Pedro.

Para Laura Mariani, diretora executiva da ONG internacional Junior Achievement, instituição composta por voluntários, que atua há 25 anos em escolas da rede pública de ensino do Brasil, os jovens se interessam bastante por temas ligados ao mercado de trabalho, profissões e empreendedorismo.

“As experiências e exemplos de empreendimentos passados pelos mentores é algo impactante para aqueles jovens que desejam ingressar no mundo dos negócios, pois faz com que eles mudem algumas visões e ideias que possuem da vida cotidiana de um profissional do mercado econômico”, ressaltou a diretora executiva.

A estudante de direito, Marcela de Almeida, afirmou que a palestra despertou seu interesse em contribuir como voluntária do programa. Além disso, Marcela informou que desenvolve um projeto social baseado em três vieses: econômico, social e ambiental, na comunidade do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro.

“O trabalho desenvolvido pelo Iniciativa Jovem é ótimo, pois cria oportunidades de realização pessoal e dá suporte para que nós jovens possamos realizar o sonho de um dia montarmos nosso próprio empreendimento”, explicou a estudante.

Responsabilidade social, ética e empreendedorismo de forma sustentável são os eixos que compõem o programa Shell Iniciativa Jovem, colaborando para a geração de trabalho e renda, incentivando assim a cultura empreendedora do país. A capacitação dada pelo programa tem uma duração de seis meses e busca selecionar pessoas que tenham um perfil empreendedor.

Autor: Ana Paula Santana