Do lixão às passarelas: ação prevê inclusão produtiva de trabalhadoras

03/05/2022

20 mulheres passaram por formação e educação empreendedora no campo da moda

O Grupo Malwee e Instituto Malwee, em parceria com o CIEDS, abriu as portas do CCMB (Centro Cultural Maloca dos Brilhante), em Pacajus, no Ceará, para um momento muito marcante: a conclusão da primeira turma do projeto Tecendo o Amanhã. Ao todo, 20 mulheres, em sua maioria chefes de família que retiram seu sustento do lixão da região, foram beneficiadas com capacitação em costura. 

A iniciativa é voltada à qualificação profissional e à educação empreendedora, no campo da moda e da sustentabilidade, para garantir inclusão social e produtiva, para a mudança de vida dessas mulheres. Mais do que isso, é também um projeto de empoderamento feminino, de reconhecimento de potenciais do território, de compreensão do nosso compromisso com o futuro sustentável e com equidade social. 

O projeto se insere no compromisso de governança ambiental, social e corporativa (ESG) do Grupo Malwee, implementado pelo Instituto Malwee, a partir do programa Menos Resíduo e Mais Renda. Assim como no caso do Tecendo o Amanhã, o CIEDS apoia empresas privadas na implementação de projetos e programas integrados, alinhados à Agenda 2030 da ONU, para o fortalecimento da democracia, enfrentamento de problemas sociais complexos e incidência em políticas públicas. Nosso papel é de assessoria e realização de iniciativas cujas premissas são o impacto social positivo, o alinhamento à estratégia de governança das empresas e a visibilidade dos resultados. 

Foi uma tarde de afeto, carinho, esperança e sustentabilidade. As alunas do projeto e seus familiares, além de autoridades públicas e representantes do Grupo Malwee, puderam conferir as criações durante a capacitação e uma exposição fotográfica do percurso formativo, além de um desfile com peças criadas a partir de resíduos têxteis do Grupo Malwee. 

As alunas, com orientação da educadora, montaram uma coleção. Mais do que um exercício teórico-prático do curso, foi também um desafio, requerendo empenho, dedicação, pesquisa e criação, ancorados em um desejo de novos modos de ser e de consumir. Para as alunas, montar uma coleção era um sonho. E sonhos são feitos de desejos futuros. Assim, conhecemos a coleção de moda infantil "Sonhos", com pijamas e roupas para dormir e sonhar, feitas com resíduos têxteis, reafirmando o compromisso sustentável com o futuro de nossas crianças. Detalhe: os modelos da coleção foram as alunas, seus filhos e filhas, que desfilaram ao som do músico brasileiro Seu Jorge, exaltando suas origens.  

Em uma fala emocionada, a aluna Francisca Eliete Gomes de Sousa expressou: “com esse curso aprendemos uma profissão mais digna, que pode mudar a nossa vida e nossas famílias daqui para frente”. Ela estava ao lado da equipe de gestão do projeto: a coordenadora do CCMB, Maria da Paz; o coordenador técnico do projeto, Aleffer Morais; e a educadora Helena Araújo. 

O evento teve participação de Laurita Weege, fundadora e sócia do Instituto Malwee; Diana Martins, Presidente do Instituto Malwee; Roselene Souza, Diretora de Gente e Cultura do CIEDS; Sérgio Leitão, Promotor de Justiça de Pacajus; Sidney Malveira, Secretário Executivo de Meio Ambiente; Irene Gama, da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte; e Sâmia Brilhante, advogada e procuradora municipal. A mestre de cerimônias foi Márcia Mariela, importante comunicadora da região, que conduziu o evento para educadores e alunos, com a apresentação de projetos socioculturais do CCMB. 

Em maio, o projeto inicia uma nova fase, com a criação de uma rede de mulheres, para apoiá-las na participação de mostras de produtos, mapeamento e articulação de pontos de vendas. Além disso, está previsto o início da capacitação da segunda turma, com mais 20 mulheres oriundas do trabalho com material reciclável no lixão de Pacajus (CE).

Fotos: Felipe de Sousa, fotógrafo e voluntário do CCMB

Texto por: Aleffer da Silva Morais

Últimas notícias

  • Jovens do Aprendiz Cultural organizam Perifa Festival no Sérgio Porto

    Evento, marcado para o dia 13, é fruto de 10 meses de formação

    Leia Mais
  • CIEDS apoia construção de rede pela educação no Vale do Sabugi (PB)

    Balcão de Ideias e Práticas Educativas presta assessoria a secretarias

    Leia Mais
  • CIEDS vence prêmio de melhor parceiro implementador da Shell

    Top Ten Innovators 2022 ainda premiou empreendedora apoiada pelo CIEDS

    Leia Mais