"É bom demais ser lembrado em um momento que precisamos"

02/09/2020

Francisco conta a alegria de receber o apoio financeiro do Pintar o Bem

 

 A cidade é Maracanaú, região metropolitana de Fortaleza, no Ceará. Francisco Reginaldo vive com sua esposa e os dois filhos, Vitória, de 7, e Kauan, de 12 anos. Francisco é o responsável financeiro pela sua família, já que os filhos são ainda muito jovens e, por conta de uma doença, sua esposa não pode trabalhar. 

No caso de Francisco, a pintura está no sangue. Seu pai foi a vida toda pintor e desde adolescente Francisco o acompanhava nas reformas. Lixava aqui, fazia um recorte ali e aos poucos foi aprendendo a ‘rolar tinta’. Pegou mesmo gosto pelo ofício e hoje já são vinte anos nessa profissão.

Francisco estava convicto que 2020 seria um ano de muito trabalho: produziu cartão de visita, encomendou fardamento, criou uma comunicação direta com os clientes, por meio de aplicativos de mensagens e redes sociais. Tudo estava encaminhado para ser um ano diferente, mas ele não imaginava que seria assim.

Com a pandemia ocasionada pelo Corona Vírus o trabalho que estava em curso foi cancelado pela cliente e outros demoraram muito para surgir. Foram três meses parado e ter a saúde em dia e um irmão que pôde ajudar já foi motivo demais para agradecer. 

Quando a divulgação do Pintar o Bem chegou em diversos canais que ele segue, não teve dúvida, foi se inscrever. Fez a primeira parte do cadastro sem nenhuma dificuldade e um dia depois recebeu um e-mail lembrando que para receber o apoio financeiro complementar era preciso se cadastrar até o final. Foi para a página do Pintar o Bem e finalizou a inscrição. Esperou o dia do resultado e voltou à plataforma. “Quando vi que tinha sido habilitado foi maravilhoso” ele diz. “Com esse valor, a gente consegue fazer uma feira, uma boa compra de mercado. Estamos com saúde, então não precisamos de medicação. O melhor foi usar na nossa alimentação, isso que é essencial.” completa.

Francisco fez questão de agradecer a quem proporcionou a iniciativa. Diz que de todos os programas que viu, esse é o melhor “É muito bom ver parceiros se juntando e ser lembrado em um momento que todos nós precisamos. Estou grato.

Texto por: Marina Rotenberg | Foto: CCMB / Felipe Souza (@seuzedasfotos)

Últimas notícias

  • A Maloca dos Brilhante e o cenário atual

    A necessária adaptação de um espaço aberto para todos

    Leia Mais
  • CIEDS ganha Selo A do Instituto Doar, após participar do Programa VOA

    Certificação garante aptidão para gerir os investimentos e doações

    Leia Mais
  • Projeto Jovem Monitor/a Cultural e os desafios de atuar no mundo digital

    Plano de ação, apoio aos jovens e crescimento profissional.

    Leia Mais