Balcão de Ideias lança plataforma gratuita com práticas pedagógicas inovadoras articuladas à BNCC

27/03/2020

Projeto tem como objetivo fomentar o desenvolvimento e a aplicação de ações coletivas e integradas, por meio da disseminação de práticas criadas por professores para professores

Uma plataforma totalmente gratuita, que reúne diferentes práticas pedagógicas criadas por professores para professores. É esse o diferencial da ferramenta on-line que o Balcão de Ideias e Práticas Educativas lança nesta quinta-feira (02/04). A iniciativa, fruto da parceria entre o CIEDS e o Instituto Neoenergia, tem o objetivo de disseminar o conteúdo criado ao longo do projeto. A ideia é fomentar o desenvolvimento de ações coletivas e integradas, criando oportunidades para que professores identifiquem e apliquem, em suas escolas, práticas articuladas às dez Competências Gerais da BNCC (Base Nacional Comum Curricular).

“Fizemos um estudo de mercado e constatamos que há muitas plataformas que disponibilizam práticas pedagógicas on-line. Mas elas ou são pagas ou são práticas realizadas por especialistas. Nosso grande diferencial é que nossa plataforma é gratuita e possui o protagonismo dos professores”, explica Nathacha Ferreira, Coordenadora de Projetos do CIEDS e responsável pelo Balcão de Ideias e Práticas Educativas.

Segundo Nathacha, a maior parte das práticas pedagógicas hoje disponibilizadas na internet trazem sugestões de atividades, por vezes, distantes da realidade. No dia a dia, os profissionais não conseguem aplicá-las. No caso da nova plataforma do Balcão de Ideias, isso se dá de forma diferente, pois foram os próprios professores e gestores que as criaram.

“São práticas criadas por profissionais aptos, com potencial para implementação dessas ações. Elas são viáveis de serem reaplicadas, pois conversam diretamente com a realidade da escola, com os desafios e as potências que os educadores encontram no dia a dia.”

A nível de gestão pedagógica, na plataforma há práticas que tratam da relação entre família e escola, da democratização do acesso à educação, do ambiente da sala de aula, da articulação de diferentes disciplinas e de atividades que envolvem toda a comunidade escolar. Há filtros em que o educador pode selecionar o segmento, o tipo de prática, se é docente ou pedagógica e em qual território a ideia foi cocriada, por exemplo, para facilitar a navegação. 

Todas as práticas têm uma estrutura pré-definida, que envolvem um passo a passo para sua aplicação, os recursos necessários, o público envolvido, o tempo de duração e o relato da experiência dos profissionais que implementaram a ideia pela primeira vez. São disponibilizados ainda anexos, que podem ser livros, fotos ou vídeos, que auxiliem como material pedagógico. Para completar, uma área de interação, com um campo aberto para comentários, permite que o usuário tire dúvidas e conte, ele mesmo, sua experiência.

“Todas as práticas são de redes que nós atuamos em 2019. Há um percurso longo anterior, que envolveu todo um processo de formação e curadoria. A gente garante que as práticas presentes na plataforma foram aplicadas e testadas.”

O Balcão de Ideias e Práticas Educativas atuou junto a 1.111 profissionais, nas redes municipais de educação de Itapebi, Itaparica e São Francisco do Conde, na Bahia, de Caieiras e Francisco Morato, em São Paulo. Ao todo, foram ministradas 89 oficinas de sensibilização e formativos.

“A plataforma de compartilhamento de práticas é a concretização de todo nosso projeto, realizado com tanto amor e atenção pelos formadores ao longo de 2019. Apoiar uma iniciativa que empodera o professor e o coloca como protagonista principal, dentro e fora da sala de aula, é a maneira que encontramos de valorizar esses profissionais, fundamentais para nossa educação, e valorizar os conhecimentos que eles já possuem, dando essa oportunidade de disseminar todo o conhecimento, de professor para professor, de uma forma nacional. Assim, contribuímos com a criação de redes e espaço de troca, porque acreditamos que somente juntos vamos construir uma educação melhor, mais inclusiva e participativa”, conta Laura Baiè Analista de Projetos Sociais do Instituto Neoenergia.

A partir desse trabalho, foram cocriadas as práticas que estarão disponíveis on-line para consulta. A ideia, segundo Nathacha, é que o projeto seja ampliado para outras redes municipais do Brasil e que novas práticas sejam inseridas na plataforma.


Confira em: cieds.org.br/balcaodeideias

Texto por: Bruna Santamarina

Últimas notícias

  • Monitora cultural cria projeto para apoiar escritores independentes

    "Lugar de Escrita" é um espaço de lançamento de livros e conexão de autores

    Leia Mais
  • Carla conta como o Pintar o Bem foi essencial para complementar sua renda

    Grafiteira e moradora de Bangu, sua história com o CIEDS é de longa data.

    Leia Mais
  • Estudantes do Complexo do Alemão criam marca de cosméticos naturais

    Kurandé foi ideia de Felipe e Claudio, moradores da comunidade

    Leia Mais