Centro Integrado de Estudos e
Programas de Desenvolvimento Sustentável
Página Inicial

Extranet

Artigos

Que nosso norte seja sempre o bem comum

10/11/2017

Enviar para o Twitter Enviar para o Facebook

A velocidade com que o mundo está mudando é a mais rápida de todos os tempos. Nunca antes em toda a história da humanidade vivemos mudanças tão rápidas e em escalas exponenciais. Essas mudanças tem impactado cotidianamente a vida das pessoas. 

Avanços em robótica, inteligência artificial, nanotecnologia, block chain e tantas outras coisas tem incidido sobre a forma com que as pessoas vivem e se relacionam.  

Mais do que previsões futurísticas, importa pensar de que modo pode-se capitalizar  a utilização dessas mudanças para gerar uma sociedade mais justa e democrática. 

Como em qualquer processo de mudança, muitas vezes ficamos com medo; inseguros com o que ainda não é conhecido. Talvez por que a experiência humana das últimas grandes mudanças - como as trazidas pela revolução industrial - tenha nos deixado com uma síndrome de gatos escaldados. Todo o desenvolvimento e justiça que havia sido “prometida” não se converteu em melhoria da qualidade de vida para todas as pessoas. 

Hoje, conforme tratei no início desse ensaio, a mudança ocorre numa velocidade que é exponencial e em um tempo muito curto. O avanço das TICs poderia cumprir a promessa de uma sociedade mais equânime, justa e democrática? 

Eu acho que sim! Entretanto pensamos enquanto cidadãos mobilizar-nos cotidianamente para que essas inovações promovam a sociedade que desejamos. 

Precisamos ser parte da mudança, da inovação, da disrupção. Negá-la não irá evitá-la. Precisamos nos conectar a mudança e também aproveitar a oportunidade para promover um câmbio de mentalidade. 

A forma com que encaramos a proposição de soluções para as questões complexas que vivemos também precisa mês. Precisamos garantir que essa transição seja positiva para todos. 

Lembrando-se sempre que durante  a jornada o que mais importa é garantir que o bem comum seja o norte dessa caminhada. 

Sigamos!  

Fábio Müller - Diretor Executivo do CIEDS

Parceiros ao longo de nossa história

  • Fundação Itaú Social
  • Shell
  • Seconci
  • Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro
  • Prefeitura de Macaé

Cadastre-se
E receba nossos informativos